Projeto CUS

O Projeto Artístico Fotográfico CUS surge a partir das pesquisas que venho desenvolvendo interseccionando a produção artística com o cu e, mais especificamente, neste projeto pelo viés da linguagem da fotografia. E como as pessoas se relacionam com a imagem de seus cus.

A partir de uma cartografia teórica das reflexões de por exemplo: Paul B. Preciado, Javier Sáez, Sejo Carrascosa, Larissa Pelúcio, Jota Mombaça, Abhiyana, Leandro Colling entre outres, o cu se tornou para mim fonte de pesquisa artística e teórica.

Deste modo, entre os objetivos do Projeto está criar um banco de fotografias de cus, mantendo anônimas as identidades desses cus. Sim, cus desconhecidos, uma vez que para mim a questão não é reconhecer alguém através do seu cu, meu interesse reside nas fotografias dos cus e a partir daí elaborar reflexões artísticas e teóricas. 

O público e privado se perdem nas pregas alheias, não há interesse na identificação a quem pertence cada um dos cus. Aqui, todas as pregas se conectam, provocando a binariedade heterocisnormativa. Me interessa o cu para além da merda, uma fonte não só de pesquisa mas também de oxigênio da vida.

Bruno Novadvorski


CUS Project

The CUS Photographic Art Project arises from the research I have been developing intersecting artistic production with the ass and, more specifically, in this project through the language of photography. And how people relate to the image of their asses.

From a theoretical cartography of the reflections of, for example: Paul B. Preciado, Javier Sáez, Sejo Carrascosa, Larissa Pelúcio, Jota Mombaça, Abhiyana, Leandro Colling, among others, ass became for me a source of artistic and theoretical research.

Thus, among the Project's objectives is to create a bank of cus photographs, keeping the identities of these cus anonymous. Yes, asses unknown, since for me the question is not to recognize someone through their ass, my interest lies in the photographs of the ass and from there on elaborate artistic and theoretical reflections.

The public and private get lost in the "pregas" of others, there is no interest in identifying who belongs to each of the ass. Here, all the "pregas" connect, causing heterocisnormative binarity. I'm interested in the ass beyond shit, a source not only for research but also for the oxygen of life.

Bruno Novadvorski



©2021. CUS. Todos os direitos reservados [all rights reserved].
Projeto de [project by] Bruno Novadvorski. Design by The Red Studio.